Clique aqui para conhecer nossa Política de Privacidade 
Página Principal  / Notícias  / Servidores da missão em Canoas recebem agradecimento da Prefeitura

Notícias

ver todas
Servidores da missão em Canoas recebem agradecimento da Prefeitura

Os 11 servidores municipais de Campinas que participaram da missão humanitária em Canoas (RS) foram homenageados e receberam troféus com o brasão de Campinas. O grupo foi recebido pelo prefeito Dário Saadi, na Sala Azul do Paço Municipal, na tarde desta quarta-feira, 26 de junho. Além dos agentes da Defesa Civil, a missão também teve participação de um funcionário da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec).

Canoas foi um dos municípios mais afetados pelas enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul em maio. A missão começou em 13 de maio, quando a primeira equipe chegou ao RS, e foi encerrada em 16 de junho. Chegou a ser finalizada em 25 de maio, mas Canoas solicitou novamente o apoio de Campinas. Com isso, novas equipes voltaram em 3 de junho.

Dário Saadi agradeceu, em nome do povo campineiro, aos servidores que atuaram na missão. "Somos gratos pelo empenho e boa vontade de vocês. O prefeito de Canoas também agradeceu muito. Campinas tem orgulho de ter uma Defesa Civil qualificada. A participação de vocês, com certeza, ajudou muito nossos irmãos do Sul", disse. "Trouxemos esses brasões da cidade de Campinas para vocês guardarem e se lembrarem da jornada que tiveram", complementou.

A operação mesclou equipes com agentes novos, que entraram na Defesa Civil no último concurso, e servidores mais antigos e experientes no Departamento. "Vocês representaram muito bem a cidade", disse o coordenador regional e diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado, aos servidores. "É uma equipe muito boa, envolvida na causa pública. Foi uma experiência única para nós, com certeza um dos piores desastres do Brasil", destacou Furtado.  Ele contou ainda que organizará oficinas para que os participantes da missão possam compartilhar sua experiência com outros profissionais da Prefeitura. 

Participantes da missão

Participaram da missão no Sul Marcelo Tortorelli, técnico em Mobilidade Urbana da Emdec, e os agentes da Defesa Civil Daniel de Oliveira; Gabriel Benatti; Tânio Alves; Alisson Pereira; Sidnei Furtado; Jhonatan Henrique Dias; Valdomiro Antônio; Ângelo Costa; Celso dos Santos e Juan Richard Flor Marques.

Marcelo Tortorelli, da Emdec, atuou em toda a missão. Daniel de Oliveira, coordenador de Operações na Defesa Civil, na primeira e última equipe. Os demais integraram uma equipe cada. 

Atividades desempenhadas

Durante a missão, os servidores sobrevoaram Canoas com drone para identificar a dimensão do desastre. Apenas uma ONG das Nações Unidas que atuou na tragédia tinha equipamento semelhante ao utilizado por Campinas, um drone da Emdec com alta capacidade de zoom, de voar na chuva, com vento, visão noturna e capacidade de fazer fotos térmicas. 

O grupo também atuou no resgate de pessoas e animais domésticos, em abrigos para animais e descarregando doações. A última equipe fez vistorias técnicas de imóveis afetados pelas enchentes. O técnico da Emdec Marcelo treinou funcionários de Canoas para operarem um drone semelhante ao da Emdec, adquirido pela cidade após a experiência com o equipamento de Campinas. 

No total a Defesa Civil de Campinas apoiou na vistoria de 279 imóveis, sendo 135 interditados.

Trabalho continua

A missão presencial terminou, mas Campinas continua apoiando Canoas. Marcelo Tortorelli tem dado suporte aos canoenses para solucionar dúvidas sobre como operar o drone. Além disso, o município gaúcho está usando o software de mapeamento da Emdec para processar as imagens feitas.

"Sou muito grato, do fundo do coração, pela Prefeitura ter me permitido ajudar Canoas", destacou Marcelo.

Ele conta que o trabalho com o drone, em um primeiro momento, começou com a busca de vítimas, pessoas e animais, posteriormente resgatadas de barco. Depois disso, o drone passou a ser usado para monitoramento das chuvas e da integridade dos diques. Também foi empregado para visualizar quais seriam os locais por onde os caminhões com suprimentos poderiam passar, um pedido do Exército. Enquanto o alagamento persistia, o equipamento passou a ser usado para topografia e quando a terra secou para verificar a situação das casas e prováveis locais para reconstrução.

Também por meio da tecnologia foi possível verificar qual a mancha de alagamento de Canoas, ou seja, o caminho da inundação, informação que será importante para o planejamento. A partir da missão, novos municípios, com os quais os servidores tiveram contato, também demonstraram interesse em fazer cursos e aprender como operar o drone. Entre eles estão São Luís do Maranhão e Americana.

As equipes trabalharam continuamente. Antes das vistorias, nos momentos em que não era possível operar os drones, os servidores fizeram de tudo, descarregaram caminhões, abriram valas para proteger o abrigo dos animais e distribuíram café e cobertores para os abrigados. 

Marcelo contou que deve voltar para Canoas na próxima semana, desta vez como cidadão voluntário. "Vou sair de férias e vou para lá ajudar. Uma ONG me procurou para auxiliar em um projeto de construção de casas", contou.

Cenário desafiador

Para Daniel de Oliveira, o cenário encontrado em Canoas foi muito conturbado, com sete bairros devastados, 90 mil pessoas afetadas e 56 mil pessoas desabrigadas. Além disso, havia dificuldades de resposta do poder público local, já que equipamentos foram danificados. "A expertise da Defesa Civil foi essencial para auxiliar Canoas. Atuamos de forma contundente nas vistorias das residências afetadas", contou.

As vistorias encontraram um público receptivo, moradores ansiosos para saber se poderiam ou não voltar para casa. Por outro lado, o ambiente era desafiador, acesso complicado, odor de lama podre, muito lixo e entulho nas ruas, dificultando a locomoção. A viatura da Defesa Civil foi muito útil, já que o veículo era preparado para atuar em áreas inundadas. 

Com quase 20 anos de carreira na Defesa Civil e tendo atuado em outras missões, Daniel relatou que a experiência de auxiliar os cidadãos de Canoas foi intensa e recompensadora. "Me engrandeceu profissionalmente, como ser humano, como pai de família, como cristão. Me edificou", disse.

Participante da última equipe, Juan Richard Flor Marques completou dois meses como agente da Defesa Civil de Campinas durante a missão. Ele entrou no último concurso e já teve a oportunidade de ter essa experiência e integração com outras Defesas Civis do País. "Já comecei com outra visão de como é o sistema", disse.

Ele relatou que o objetivo das vistorias era verificar se os imóveis estavam em condições de estabilidade e segurança para que os moradores retornassem. Muitos imóveis, principalmente os de madeira, não podem mais ser habitados. "Com a inundação, os imóveis de madeira sobem, como se fossem um barco. Quando a água baixa, eles descem 'no local errado'. Empenam", contou. Danos à fiação elétrica, que ficou molhada com as chuvas, também são um desafio.

Piloto de avião de formação, Juan também auxiliou com o drone. "A topografia feita por meio do equipamento vai ajudar muito Canoas a ter parâmetros para lidar com próximos eventos como, ajustar o dique e saber quanto tempo vai demorar para conseguir limpar a cidade", contou.

Defesa Civil

O Departamento de Defesa Civil de Campinas, vinculado à Secretaria Municipal de Governo, é o órgão central do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil, responsável por promover a normatização, supervisão técnica e específica sobre as ações desenvolvidas pelos órgãos do SIMPDEC. Entre em contato pelo telefone 199 para registrar ocorrências.
 

 

Autor: Prefeitura Municipal de Campinas Última alteração em 27 de Junho de 2024 às 09:38



Veja mais

 Setransp implanta sentido único de circulação em seis vias no bairro São Bernardo

 Emdec acompanha quermesses julinas durante o final de semana

 Vila Brandina tem interdições, por 33 dias, entre rua Parapuã e avenida Mackenzie

 Ciclovia Parque Prado é entregue e Campinas ultrapassa 115 km de rotas para ciclistas

 Trajeto da linha 362 será alterado na região do Shopping Iguatemi

 Trecho da rua Coronel Quirino será bloqueado no domingo, 7 de julho

 Emdec mantém serviços essenciais no feriado da Revolução Constitucionalista

 Leilão on-line do Pátio é remarcado para sexta-feira (05)

 Emdec realiza operação especial de trânsito para partida entre Guarani e Sport

 Mais uma rota para ciclistas: Campina Grande / São Luiz

 Operações integradas: motos somam quase 80% das autuações computadas em junho

 Emdec e concessionárias distribuem antenas corta-pipa na Norte-Sul, na quarta (03/07)

 Mortes de pedestres em vias urbanas caem 31% em 2024

 Leilão do Pátio tem visita aos veículos nesta quarta-feira (3)

 Conferência Municipal de Mobilidade Urbana será no dia 3 de agosto

 Trecho da rua Bráulio Gomes será bloqueado entre os dias 2 e 5 de julho

 Concurso Emdec: candidatos são convocados para provas físicas e práticas

 Pátio Municipal terá leilão on-line na próxima quinta (4)

 Novo Terminal Mercado é entregue e já opera neste sábado, 29 de junho

 Emdec presta apoio operacional ao 4º Pedal Solidário, que arrecada doações

 Emdec bloqueia vias para festa dos 74 anos da Escola de Samba Estrela D´Alva no Costa e Silva

 Quatro linhas de ônibus terão trajetos ampliados, a partir de segunda (01/07)

 Emdec interdita vias para Festa Junina do Satélite Íris I, no sábado e domingo (29 e 30/06)

 Requalificada, Estação Expedicionários receberá 19 linhas

 Viva Campos Sales: requalificação da avenida é entregue à população

 Emdec realiza operação especial de trânsito e transporte durante a 24ª Parada LGBT+

 Novo Terminal Mercado começa a operar no sábado, 29 de junho

 Emdec realiza operação de trânsito para a “Corrida Endorfina” no domingo (30/06)

 Emdec faz operação especial de trânsito para o dérbi entre Guarani e Ponte Preta

 Via na região do Taquaral tem mudança no sentido e novo semáforo

 Centro terá rua bloqueada nesta sexta-feira (28)

 Rota Garcia – Londres já pode ser utilizada pelos ciclistas

 Emdec e AB Colinas distribuem antenas corta-pipa na Vila Mimosa, nesta quarta (26/06)

 Concurso Emdec: resultado e classificação preliminar são divulgados

 Emdec realiza operação de trânsito para a partida Ponte Preta x Ceará

 Barão de Jaguara bloqueada entre Conceição e Cesar Bierrembach na segunda (24/06)

 Vestibular da PUC: linha 357 circulará no domingo, 23 de junho

 Emdec presta apoio operacional à Corrida Track & Field no entorno do Galleria Shopping

 Região do Nova Europa recebe Passeio Ciclístico no próximo domingo (23/6)

 Cinco pontos de Barão Geraldo recebem ações educativas na segunda (24/06)

 Linha 213 circula com novos horários, a partir de segunda, 24 de junho

 Emdec apoia ação Pedal Solidário reunindo ciclistas para arrecadar doações

 Trechos de vias da região central serão bloqueados nesta quinta (20/06)

 Amoreiras recebe ação da #Desacelera nesta sexta (21)

 Ocorrências de furto de fiação semafórica aumentam mais de 500% em 2024

 Dez detidos durante tentativa de roubo ao Pátio Municipal

 Trecho da rua José Gonçalves Machado com bloqueio viário até domingo (23)

 Lei altera CMTT: Conselho Municipal de Mobilidade Urbana terá eleição em agosto

 Emdec leva segurança no trânsito ao ambiente corporativo

 Moraes Salles tem bloqueio total da pista interna na quarta, 19, e na quinta-feira, 20 de junho



Página 1 de 210

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
>>
EMDEC - Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas S/A - CNPJ 44.602.720/0001-00
Rua Dr. Salles Oliveira, 1.028, Vila Industrial, CEP 13035-270 - Campinas-SP
Fale Conosco Emdec 118


© Copyright. Melhor visualizado em 1024x768. Site homologado para navegadores: IE10, Chrome30, Firefox30 e superiores.
Interagi Tecnologia